RESENHA - JOGO DE RISCO - JANAINA BLANC + Booktour!


Título: Jogo de Risco
Autor: Janaina Blanc
Editora: Editora Lio
Páginas: 358


   Sinopse: Uma ligação... Um pedido. Amanda Montero jamais poderia imaginar que aquele telefonema mudaria para sempre o rumo da sua vida, arrastando-a para um sofrimento inimaginável. Depois disso, sobraria apenas o recomeço... Um recomeço que só seria possível depois que destruísse a vida do poderoso Enrico Barsani. Um empresário cruel e sem limites, possuidor de uma ambição implacável. O homem que destruíra todos os sonhos inocentes de sua irmã, Elizabeth Pavanelli, conduzindo-a a um futuro miserável e sem volta. Amanda abandona sua cidade natal, seus amigos, sua inocência e sai à caça de seu algoz... Dá-se o início de um Jogo de Risco, no qual a protagonista se transforma numa mulher audaciosa, com muitas facetas e várias personalidades, que a levam ao ápice do poder, numa jogada genial e de tirar o fôlego.



Elizabeth, é convencida pela mãe a conhecer seu pai biológico, Enrico Barsani. Empresario poderosíssimo de uma das maiores influencias empresarias do país a Melçucar. Elizabeth vai até seu pai pra poder falar com ele, sobre tudo que aconteceu e ficar tudo bem entre eles e   ele fica muito surpreso com sua chegada, afinal seria um desastre pra sua reputação uma filha fora do casamento, ainda mais uma filha que ele abandonou a muitos anos atrás, acontece umas coisas na sala que deixa Elizabeth furiosa a ponto de o ameaçar, Enrico muito furioso manda seu braço direito Artoni  matar Elizabeth, arma uma pecuinha e Elizabeth acaba sedendo, mas Elizaeth foi mais esperta e quem acabou morrendo foi o braço direito de Enrico, Artoni. Elizabeth acaba sendo presa por ta em estado de choque e não conseguir falar o que aconteceu no momento do homicídio, o que faz sua irmã Amanda ir correndo pra são paulo. 

Nessa confusão toda Amanda acaba conhecendo um cara que mexe com seu coração Rafael Portari, sucessor de todo o império Melçucar. Que vai lhe trazer problemas por ser cunhado de Enrico, ou seja ela ta entre a vida e o amor (entenderam a ironia? rs) e agora,  será que Amanda vai ceder? 

O romance Jogo de risco me proporcionou uma leitura rápida e um prazer imenso de ler, uma leitura que me trouxe algo alem daqueles romances "de amor impossível" é algo real, algo que traz adrenalida para o leitor, coisa que a autora soube juntar muito bem foi esse negocio de romance e de ação, faz tempo que não tinha lido um livro desses.  Escrita maravilhosa da autora Janaina Blanc vou te contar, uma das melhores autoras Brasileiras e que inclusive é parceira do Blog.

Indico o livro justamente pelo fato desse equilíbrio da autora que traz uma emoção diferente dos romances, achei essa proporção bastante interessante e que fez as folhas virarem sem a percepção do leitor.

Então, como é minha primeira vez com um booktour, vou contar minha experiencia, primeiro quero contar da aflição da chegada do livro pra mim, eu fiquei maluco, com a preocupação de demorar muito pra ler o livro, ou sei lá; segundo eu queria contar como foi minha experiencia da chegada do livro e como foi toda a leitura, o livro chegou numa tarde de quarta-feira e eu pulei tipo MUITO, depois eu devorei o livro né? acabei tendo um tipo de "afinidade" com o livro e manerei um pouco, mas as paginas viravam sozinhas, era impossível parar de ler e por fim passar o livro pra outra pessoa foi o mais difícil, porque era em  época de simulados, provas e projetos da escola, fiquei lotado de coisas e por fim, arrumei um tempo e entreguei o livro e  agradeço a confiança da autora para com o blog e por tudo! 

É isso, até o próximo post do blog, tchau. 

2 comentários:

  1. Olá,
    esse livro é incrível, não é mesmo? Sou apaixonada por ele.
    A Janaína é ótima com as palavras, e sabe como deixar o leitor envolvido com o livro! Não consegui desgrudar dele.
    Adorei a resenha!
    Grande beijo,
    Gabrielle G - Blog ABCD dos Livros

    ResponderExcluir
  2. Adorei a resenha, quero mt ler esse livro!

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Adália Sá | Não retire os créditos